EUA: Pence lidera conversas sobre paralisação com assessores do Congresso

Conversas entre autoridades da Casa Branca e assessores do Congresso começaram neste sábado com o objetivo de encerrar uma paralisação…


Conversas entre autoridades da Casa Branca e assessores do Congresso começaram neste sábado com o objetivo de encerrar uma paralisação parcial do governo norte-americano. As negociações estão em um impasse com a demanda de Trump de US$ 5,6 bilhões para financiar a construção de um muro na fronteira dos Estados Unidos com o México.

Trump, que não deve participar das discussões promovidas pelo vice-presidente Mike Pence no Edifício do Gabinete Executivo de Eisenhower, passou a manhã comentando no Twitter sobre a segurança nas fronteiras. “Eu quero interromper a paralisação assim que estivermos em acordo sobre segurança de fronteira forte! Eu estou na Casa Branca pronto, onde estão os Democratas?”, escreveu.

Funcionários democratas e republicanos do Capitólio eram esperados para discussões com representantes de Trump – Pence, a secretária de Segurança Interna, Kirstjen Nielsen, e o assessor presidencial Jared Kushner. Pence escreveu em sua conta no Twitter que o objetivo “será encontrar uma solução – não simplesmente acabar com a paralisação do governo – para fornecer recursos para acabar com a crise em nossa fronteira sul, alcançar a verdadeira segurança nas fronteiras e construir o muro!”

A paralisação parcial do governo norte-americano entrou no 15º dia neste sábado. Trump e os Democratas se encontraram por cerca de duas horas na sexta-feira, mas deram relatos diferentes sobre a reunião. Democratas relataram pouco progresso; Trump qualificou as negociações como um avanço fundamental.

Os Democratas pediram a Trump para reabrir o governo enquanto as negociações sobre a segurança das fronteiras continuam, citando as famílias incapazes de pagar as contas devido à falta de salários de funcionários públicos. Mas Trump disse repetidamente que não vai ceder sem dinheiro para o muro.

O presidente dos EUA havia afirmado na sexta-feira que poderia declarar emergência nacional para construir o muro sem a aprovação do Congresso, mas primeiro tentaria um “processo negociado”. Fonte: Associated Press.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!