EUA: Mnuchin evita comentar sobre violações de direitos humanos na China


O secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, desconversou ao ser questionado pela deputada democrata Jennifer Wexton sobre supostas violações a direitos humanos de muçulmanos na China. “Não vim aqui para falar sobre isso”, afirmou. Ele participa de discussões sobre estabilidade financeira no Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos.

Mnuchin insistiu que não comenta sobre possíveis sanções a outros países, e nem sobre conversas confidenciais que tem com o presidente americano, Donald Trump. Ainda assim, o secretário do Tesouro declarou que preocupa com os direitos humanos.

Na noite da última terça-feira, 3, a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou projeto de lei que condena a China pelo que chama de repressão a muçulmanos na província de Xinjiang. A medida vem dias depois de Trump sancionar lei em apoio às manifestações contrárias a Pequim em Hong Kong, no contexto em que EUA e China se enfrentam em uma guerra comercial.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora