12 de maio de 2021 Atualizado 23:45

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Mundo

EUA e China reiteram compromisso com cooperação por clima

Por Agência Estado

17 abr 2021 às 21:35 • Última atualização 17 abr 2021 às 23:00

Apesar da recente deterioração nas relações entre Estados Unidos e China, os dois países reforçaram, neste sábado, o compromisso com a cooperação bilateral para lidar com o desafio das mudanças climáticas.

Em comunicado conjunto após reunião em Xangai, o enviado americano para o clima, John Kerry, e seu homólogo chinês, asseguraram que as duas maiores economias do planeta vão trabalhar juntas em prol da implementação do Acordo de Paris de 2015, que definiu objetivo de limitar o aumento da temperatura global a 2ºC acima dos níveis pré-Revolução Industrial.

As duas nações também prometeram implementar uma série de medidas na área climática, entre elas o desenvolvimento de estratégias de longo prazo para eliminar a emissão de carbono. Nesse sentido, reiteraram a importância da cúpula virtual do clima nos próximos dias 22 e 23, organizada pelos EUA, que servirá de preparação para a mais abrangente COP 26 em Glasgow em novembro.

“Os dois lados vão cooperar para promover uma bem-sucedida COP 26 em Glasgow, com objetivo de completar os arranjos de implementação do Acordo de Paris e para avançar de forma significativa as ambições globais por mitigação, adaptação e apoio”, diz a nota.

A cooperação bilateral contrasta com as recentes rusgas diplomáticas entre Washington e Pequim. Os EUA e aliados tradicionais impuseram sanções a indivíduos e entidades chinesas por conta das denúncias de violação de direitos humanos contra minorias étnicas na região de Xinjiang. O país asiático nega as acusações e, em retaliação, adotou punições recíprocas.

Publicidade