EUA dialogam com chefe de partido governista da Venezuela


Os Estados Unidos têm mantido contatos secretos com o presidente do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), Diosdado Cabello, no momento em que o círculo próximo ao presidente Nicolás Maduro busca garantias de que não será processado por supostos abusos e crimes se ceder às crescentes demandas para retirar o líder do poder, de acordo com uma graduada autoridade do governo do presidente americano, Donald Trump.

Considerado o homem mais poderoso na Venezuela atrás de Maduro, Cabello se reuniu no mês passado com alguém que tem contato próximo com o governo Trump, disse a fonte. Uma segunda reunião deve ser feita, mas ainda não ocorreu.

Cabello, de 56 anos, tem visto diminuir sua influência no governo e nas forças de segurança. Mas ele é acusado pelos EUA de estar envolvido em corrupção, narcotráfico e mesmo de ameaças de morte a um senador americano. A fonte do governo americano diz que não deseja apoiar Cabello ou abrir espaço para que ele substitua Maduro. A intenção é elevar a pressão sobre o regime, já que os EUA acreditam que há divisões entre círculos ligados ao partido governista. Fonte: Associated Press.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora