25 de julho de 2021 Atualizado 18:33

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Espanha encerra estado de emergência após 3 meses

País segue com uso de máscara sendo obrigatório e locais públicos adotam medidas sobre capacidade

Por Agência Estado

21 jun 2020 às 10:02 • Última atualização 21 jun 2020 às 11:45

A Espanha encerrou o estado de emergência na na meia-noite deste domingo, após três meses de restrições por todo o país para controle da pandemia do novo coronavírus. A partir de hoje, os 47 milhões de espanhóis podem se mover por todo o país e pelo bloco europeu com a reabertura de fronteiras. As medidas de confinamento foram suspensas de forma gradual nas últimas semanas.

A Espanha também retirou a obrigatoriedade de uma quarentena de 14 dias para visitantes da Inglaterra e de outros países da Europa. Com a reabertura, o governo busca salvar a temporada de turismo – uma das principais fontes de renda para a economia do país.

Espanha retirou estado de emergência, mas ainda adota medida de prevenção ao novo coronavírus, como uso obrigatório de máscaras – Foto: Manu Fernandez / Associated Press / Estadão Conteúdo

O uso da máscara é obrigatório em todo o país e locais públicos adotam medidas para controle da capacidade máxima. Apesar da liberação e do retorno ao “novo normal”, a movimentação no aeroporto de Madrid estava abaixo do observado neste período do ano em outras temporadas.

A Espanha foi um dos países mais atingidos pelo novo coronavírus no mundo com 245.938 casos e 28.322 óbitos.

Na Inglaterra, o governo do primeiro-ministro, Boris Johnson, deve anunciar nesta semana novas medidas de isolamento social. A expectativa quanto ao anúncio é sobre a possibilidade de o governo britânico afrouxar as regras de distanciamento para que as pessoas permaneçam a dois metros de distância. Empresários pedem para que a distânia seja reduzida a um metro de distância, a fim de facilitar a reabertura de bares, restaurantes e escolas.

O governo teme que a medida leve ao aumento do número de casos. A Inglaterra tem o maior número de mortes por covid-19 na Europa – e a terceira maior do mundo – com mais de 42.500 óbitos.

Publicidade