Democratas criticam muro na fronteira e pedem que Trump reabra governo dos EUA

Os democratas Nancy Pelosi - presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos - e Chuck Shumer - líder do…


Os democratas Nancy Pelosi – presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos – e Chuck Shumer – líder do partido no Senado – criticaram, em pronunciamento à nação nesta terça-feira, 8, a exigência do presidente do país, Donald Trump, da construção de um muro na fronteira com o México e pediram que a paralisação do governo tenha fim. “Pedimos a Trump que reabra o governo para que possamos discutir nossas diferenças sobre o muro. Acabe com a paralisação agora”, disse Schumer.

Em pronunciamento anterior, Trump acusou os democratas de não reconhecerem a “crise humanitária” na fronteira. “Quanto mais sangue americano será derramado até que o Congresso faça seu trabalho?”, questionou. Desde o dia 22 de dezembro, o governo americano está parcialmente paralisado, porque democratas e republicanos não conseguem chegar a um consenso sobre o Orçamento. Trump afirma que só vai sancionar o projeto caso inclua um montante de US$ 5,7 bilhões para a construção do muro.

Pelosi disse que democratas concordam que a segurança na fronteira é um assunto importante, mas defendeu que o caminho é investir em outras iniciativas para tratar do problemas, como investimentos em infraestrutura.

“Os democratas e o presidente querem segurança na fronteira, mas discordamos da maneira que o presidente quer fazer isso”, completou depois Shumer. Ele acrescentou que o símbolo dos EUA é a Estátua da Liberdade, “não um muro na fronteira”. O líder democrata no Senado ainda disse que Trump quer que o México pague por “seu muro desnecessário”.

Segundo os líderes democratas, Trump está fabricando uma crise. “O presidente Trump precisa parar de manter o povo americano como refém, precisa parar de produzir uma crise e precisa reabrir o governo”, disse Pelosi. Já Schumer sugeriu que Trump fabrica essa crise para tentar afastar os holofotes da turbulência em sua administração.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora