China se diz preocupada com passagem de navios dos EUA pelo Estreito de Taiwan

A China afirmou nesta quinta-feira que havia expressado sua preocupação aos Estados Unidos pela passagem de dois navios de guerra…


A China afirmou nesta quinta-feira que havia expressado sua preocupação aos Estados Unidos pela passagem de dois navios de guerra da Marinha americana através do Estreito de Taiwan, dias antes de uma reunião planejada no sábado entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o da China, Xi Jinping.

Porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Geng Shuang disse a repórteres que Taiwan era “a questão mais importante e sensível” na relação bilateral. Segundo ele, isso é uma questão de soberania e integridade territorial da China.

O Ministério da Defesa chinês informou que vem monitorando atentamente a passagem dos navios. Porta-voz da Frota do Pacífico dos EUA, Nate Christensen disse que as embarcações faziam um trajeto de rotina. “A Marinha dos EUA continuará a voar, navegar e operar em qualquer lugar que a lei internacional permita”, afirmou o porta-voz.

Trump e Xi devem se reunir no sábado na Argentina. Para a China, Taiwan é parte de seu território e pode sofrer intervenção, se necessário. Os dois lados se dividiram em uma guerra civil em 1949 e boa parte dos taiwaneses querem manter o status atual de uma independência política na prática, mas com laços econômicos próximos com a China. Fonte: Dow Jones Newswires.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!