Atirador abre fogo perto de sede da antiga KGB e deixa ao menos 3 mortos


Um atirador ainda não identificado abriu fogo ontem perto da sede do serviço de segurança (FSB) da Rússia, a antiga KGB, no centro de Moscou, causando a morte de três pessoas, segundo o jornal Izvestia.

O FSB disse que o atirador foi “neutralizado” e estava trabalhando para descobrir sua identidade, informou a Interfax. Vídeos não verificados compartilhados nas redes sociais mostraram policiais com fuzis correndo por uma rua próxima da sede do FSB.

Uma testemunha disse à Reuters ter visto uma pessoa morta. Sirenes, tiros e gritos foram ouvidos na região, que também é uma movimentada área comercial popular entre turistas. Cinco ambulâncias foram vistas saindo da área, que foi isolada. (Com agências internacionais)

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora