21 de outubro de 2020 Atualizado 15:01

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Mundo

Agentes interceptam envelope com veneno enviado à Casa Branca

Investigadores estão trabalhando para identificar a procedência do envelope e para quem ele foi enviado

Por Agência Estado

19 set 2020 às 17:45 • Última atualização 19 set 2020 às 19:17

Testes preliminares apontaram a presença do veneno ricina, presente em sementes de mamona - Foto: Matt H. Wade - Creative Commons

Agentes federais interceptaram um envelope endereçado à Casa Branca contendo o veneno ricina. A carta foi identificada por um equipamento do governo que escaneia as correspondências direcionadas à Casa Branca e ao presidente Donald Trump. As informações foram fornecidas, neste sábado, 19, por um agente federal que afirma não poder comentar investigações em andamento.

Investigadores estão trabalhando para identificar a procedência do envelope e para quem ele foi enviado. O FBI, junto com o Serviço Secreto Americano e o Serviço de Inspeção Postal dos EUA, lideram as investigações. Testes preliminares apontaram a presença do veneno ricina, presente em sementes de mamona.

Em comunicado, o FBI informou que agentes estão investigando uma “correspondência suspeita recebida em uma instalação postal do governo dos EUA”. O pronunciamento diz ainda que “não foi identificada nenhuma ameaça à segurança pública”. Fonte: Associated Press

Publicidade