XP Inc. tem lucro líquido de R$ 390 milhões no 4º trimestre de 2019


A XP Inc. anunciou, em seu primeiro balanço desde que lançou suas ações na bolsa norte-americana Nasdaq, lucro líquido de R$ 390 milhões no quarto trimestre, representando um aumento de 244% em relação ao mesmo período do ano passado. O lucro líquido ajustado somou R$ 417 milhões no mesmo intervalo, correspondendo a um crescimento de 262% frente ao quarto trimestre de 2018.

No ano, o lucro líquido ajustado da XP somou R$ 1,074 bilhão. As receitas brutas atingiram R$ 1,8 bilhão no quarto trimestre, 90% superior ao mesmo período de 2018, enquanto no ano, somaram R$ 5,5 bilhões, alta de 72%. Já a receita líquida somou R$ 1,691 bilhão no trimestre, avanço de 91% na comparação anual.

A companhia encerrou 2019 com uma base de clientes 91% maior do que em 2018, de 1,7 milhão. Já o total de ativos sob custódia encontrava-se em R$ 409 bilhões, 109% acima de 2018.

“De fato, provavelmente repetirei essas mesmas palavras nos próximos trimestres e anos, tentando ajudar o comunidade de investimentos a perceber melhor as oportunidades que buscamos olhando o longo prazo, apesar da volatilidade dos resultados trimestrais. A concentração dos bancos no Brasil continua extremamente alta em todos os aspectos. Do ponto de vista de investimentos, aproximadamente 90% dos ativos dos brasileiros ainda estão nos grandes bancos, com altas taxas, produtos de qualidade baixa e serviços ineficientes”, destacou o presidente e fundador da XP, Guilherme Benchimol, em carta aos acionistas da companhia, anexada ao primeiro demonstrativo da maior corretora brasileira como capital aberto.

A XP abriu seu capital em dezembro do ano passado na bolsa norte-americana Nasdaq e sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) movimentou US$ 2,25 bilhões.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora