Weg reduz operação pela metade em SC; Metal Leve dá férias coletivas


A fabricante de geradores e motores elétricos Weg informou nesta segunda-feira, 23, que vai reduzir em até 50% o total de colaboradores dentro da empresa por turno de trabalho, em todas as suas operações em Santa Catarina. O objetivo é tentar barrar a disseminação da pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a Weg, “com muita disciplina, atenção e seguindo à risca as recomendações das autoridades e órgãos de saúde locais”, suas quatro fábricas na China estão em funcionamento desde 11 de fevereiro, sem casos do Covid-19 entre os colaboradores. “A companhia está trabalhando exaustivamente para ajustar e transferir todas as experiências que teve na China às outras unidades da Weg no mundo”, diz.

A fabricante ressalta que, por ser fornecedora de produtos para todos os setores industriais e para os setores de energia e infraestrutura, é fundamental manter a produção e serviços de assistência técnica para que segmentos considerados essenciais neste momento não sejam afetados. Entre eles, estão indústrias de alimentos, farmacêuticas, supermercados, hospitais e a geração e transmissão de energia elétrica.

Mahle

Já a fabricante de autopeças Mahle Metal Leve decidiu adotar o regime de férias coletivas ou seletivas, em todas as suas unidades no Brasil, a partir desta semana. “Nossa melhor expectativa é de que esta interrupção perdure pelo menos até a semana de 13 a 18 de abril de 2020”, diz a empresa em comunicado.

Com relação às suas operações na Argentina, os negócios estão paralisados, em obediência à quarentena obrigatória no país. O retorno está previsto para 1º de abril, mas o prazo pode ser estendido.

“Desta forma, a Mahele reafirma o seu comprometimento para preservar a saúde e o bem-estar de seus colaboradores e de toda a comunidade, além de demonstrar seu compromisso com a perpetuidade de seus negócios”, diz a companhia.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora