Volume de serviços prestados cai 1,0% em junho ante maio, aponta IBGE


O volume de serviços prestados recuou 1,0% em junho ante maio, na série com ajuste sazonal, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços, informou nesta sexta-feira, 9, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No mês anterior, o resultado foi revisto de uma estabilidade (0,0%) para um ligeiro avanço de 0,1%.

O resultado veio pior que a estimativa mais pessimista dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que previam desde uma queda de 0,80% a um avanço de 0,70%, com mediana negativa de 0,20%.

Na comparação com junho do ano anterior, houve queda de 3,6% em junho de 2019, já descontado o efeito da inflação. Nessa comparação, as previsões iam de queda de 3,3% a 0,6%, com mediana negativa de 1,8%.

A taxa acumulada no ano foi de 0,6%. Em 12 meses, houve elevação de 0,7%.

Desde outubro de 2015, o órgão divulga índices de volume no âmbito da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS). Antes disso, o IBGE anunciava apenas os dados da receita bruta nominal, sem tirar a influência dos preços sobre o resultado. Por esse indicador, que continua a ser divulgado, a receita nominal caiu 1,1% em junho ante maio. Na comparação com junho de 2018, houve aumento na receita nominal de 0,4%.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora