Vale diz que tomará medidas para restabelecer atividade do porto em Mangaratiba

A Vale informa que irá tomar todas as medidas cabíveis para restabelecer as atividades no terminal portuário da Ilha de…


A Vale informa que irá tomar todas as medidas cabíveis para restabelecer as atividades no terminal portuário da Ilha de Guaíba, em Mangaratiba (RJ). De acordo com a companhia, o terminal possui todas as licenças necessárias para a sua operação.

Pela segunda vez este ano, a prefeitura do município determinou, na manhã desta segunda-feira, 11, a suspensão das atividades do terminal. A Secretaria de Meio Ambiente alega que a empresa não possui as licenças necessárias e também multou a empresa em R$ 30 milhões.

Guaíba é o maior ponto de escoamento de produção da Vale no Rio de Janeiro, com capacidade para escoar 70 milhões de toneladas de minério de ferro/ano. Também em Mangaratiba, a mineradora opera o terminal da CPBS, com capacidade para 25 milhões de toneladas. Os dois portos de Mangaratiba, junto com o porto de Tubarão, no Espírito Santo, são utilizados para garantir o escoamento da produção dos sistemas Sul e Sudeste da empresa.

Após o rompimento da barragem de Brumadinho, a empresa retirou cerca de 40 milhões de toneladas/ano de produção. A suspensão da operação da mina de Brucutu, que tem capacidade para cerca de 45 milhões/ano, também reduz a produção na região, mas a expectativa de analistas ouvidos pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, é que a mineradora consiga as licenças necessárias para a retomada de Brucutu.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!