30 de maio de 2020 Atualizado 21:21

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Economia

Todas as 5 atividades de serviços registraram perdas em março ante fevereiro

Por Agência Estado

12 Maio 2020 às 11:41 • Última atualização 12 Maio 2020 às 12:01

Em meio à pandemia do novo coronavírus, todas as cinco atividades de serviços registraram perdas em março ante fevereiro, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços, informou nesta terça-feira, 12, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os destaques foram o tombo de 31,2% nos serviços prestados às famílias, o recuo mais intenso da série histórica, e a queda de 9,0% nos transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio, a segunda perda mais intensa já registrada, atrás apenas da redução de 9,5% vista em maio de 2018 em função da greve dos caminhoneiros.

As pressões negativas mais intensas nesses segmentos foram das empresas do ramo de alojamento e alimentação (-33,7%) e das empresas de transporte aéreo (-27,5%) e transporte terrestre (-10,6%).

Na passagem de fevereiro para março, os serviços profissionais, administrativos e complementares caíram 3,6%, acumulando uma perda de 7,6% nos últimos seis meses. A atividade de informação e comunicação encolheu 1,1%, com queda de 3,2% acumulada entre janeiro e março deste ano.

Já o setor de outros serviços diminuiu 1,6% em março ante fevereiro, eliminando parte do ganho de 8,3% acumulado entre setembro de 2019 e março de 2020.