Taxas futuras de juros têm reação limitada a dado de serviços e rondam ajustes


Os juros futuros pouco se mexeram desde a abertura desta terça-feira, 14, e operam ao redor da estabilidade, mostrando pouca reação à queda de 0,1% do volume de serviços em novembro ante outubro, menos intensa que a mediana das estimativas (-0,15%). O viés era de baixa nos juros curtos e médios e de alta nos longos, em meio ao avanço moderado do dólar ante o real.

Às 9h29, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2021 exibia 4,475%, de 4,490%, enquanto o vencimento para janeiro de 2023 exibia 5,720%, na mínima, de 5,740% no ajuste de Segunda-feira (13). O DI para janeiro 2025 marcava 6,440%, mesma taxa do ajuste da véspera.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora