17 de setembro de 2020 Atualizado 23:15

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Economia

Taxas de juros rondam ajustes com EUA-China, IPC-S e leilão do Tesouro no radar

Por Agência Estado

02 jan 2020 às 09:25 • Última atualização 02 jan 2020 às 09:57

Os juros futuros rondam a estabilidade na manhã desta quinta-feira, 2, acompanhando o dólar à vista ante o real, em meio a notícias trazendo pressões para as duas direções. Os mais curtos mostram viés de baixa, após nesta quinta o IPC-S ter vindo abaixo das estimativas e em meio ao otimismo global de que um acordo comercial entre Estados Unidos e China possa ser fechado em 15 de janeiro.

No exterior, o dólar sobe ante a maioria das moedas e o leilão do Tesouro (11h) também tende a trazer pressão de alta.

Às 9h16 desta quinta, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2021 estava em 5,26%, na máxima, de 5,28% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2023 marcava 5,78%, na máxima, de 5,79%, enquanto o vencimento para janeiro de 2025 exibia 6,43%, na máxima e mesma taxa do ajuste de segunda-feira.

Publicidade