Tasso Jereissati prevê reforma no Plenário do Senado em até 60 dias


Escolhido como relator da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Tasso Jereissati (PSDB) afirmou nesta quinta-feira, 8, que a perspectiva é de votar a proposta no plenário da Casa em até 60 dias. “O mais rápido possível. Há uma perspectiva de que, no máximo em 60 dias, esteja votando no plenário”, disse Jereissati ao chegar ao gabinete da presidência do Senado.

Davi Alcolumbre (DEM-AP) irá receber das mãos de Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, a proposta que muda as regras de aposentadoria, aprovada na quarta-feira pela Casa.

Alcolumbre disse na quarta que, em sua avaliação, a reforma deve ser analisada pelo Senado entre 45 e 65 dias. Mais cedo nesta quinta, o líder do governo na Casa, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirmou que o trabalho é “para que essa tramitação seja a mais rápida possível aqui no Senado”.

A intenção do governo é votar o texto em quatro semanas na CCJ e depois em mais duas semanas no Plenário.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora