O que é e o que faz um subsíndico?

De acordo com o Código Civil, o síndico pode dispor de órgãos auxiliares para descentralizar tarefas e opiniões, que incluem conselho e subsíndico


Você já deve saber, mas ser síndico é exercer uma atividade de grande responsabilidade. Mas hoje, os condomínios são cada vez maiores e mais complexos. Ou seja, com mais pessoas e espaços para serem administrados. Por isso, o síndico precisa de auxílio para realizar tal tarefa com excelência como o subsíndico. Mas no dia a dia qual a função do subsíndico?

De acordo com o Código Civil, o síndico pode dispor de órgãos auxiliares para descentralizar tarefas e opiniões, que incluem conselho e subsíndico. A lei diz que os condôminos podem investir em outra pessoa os poderes de representação do síndico. E que o síndico pode transferir os seus poderes de representação e funções administrativas desde que a assembleia aprove. Apesar dessa definição legal, a lei não delimita os deveres do subsíndico.

Foto: Freeimages.com
Síndico pode descentralizar tarefas com o auxílio de um subsíndico

Sendo assim, as atividades do subsíndico devem ser descritas na convenção do condomínio. Isso significa que cabe ao condomínio identificar as suas necessidades para que as atribuições do subsíndico agilizem e melhorem o dia a dia do condomínio.

Um exemplo importante e muito comum são os de condomínios com muitos blocos ou torres. Nesses casos, o condomínio possui mais de um subsíndico, uma vez que a lei não define um número mínimo ou máximo.
Se o condomínio possui um subsíndico para cada torre, o mais comum é atribuir o atendimento dos moradores daquela torre para o subsíndico. Além disso, é ele quem será o representante das vontades e anseios da sua torre para o restante do condomínio.

Além dessa tarefa de representação, ele também pode ser responsável por outras atividades de extrema importância para o condomínio. E nesse caso, isto pode ocorrer em condomínios menores, com apenas um bloco ou poucas unidades. Entre essas atividades estão: busca por orçamentos, atender as demandas dos condôminos, receber fornecedores no condomínio e presidir reuniões de assembleia na ausência do síndico.

Fonte: blog.townsq.com.br

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!