Nome sujo? Saiba como consultar as eventuais pendências

As empresas mais conhecidas que prestam esse serviço são a Boa Vista, Serasa Experian e o SPC Brasil


O consumidor tem vários serviços gratuitos, colocados à disposição por entidades de proteção ao crédito, que possibilitam saber, em poucos minutos, a existência de alguma pendência financeira, dívida não paga em seu CPF, seja em bancos, financeiras, seja em estabelecimentos comerciais, etc.

As empresas mais conhecidas do mercado são a Boa Vista Serviços, que administra o cadastro SCPC, a Serasa Experian e o SPC Brasil, que oferece a consulta, mas cobra uma taxa. Esses serviços são também os mais consultados pelos comerciantes e instituições financeiras para a liberação de algum crédito ou compra ao consumidor.

Ao fornecer dados pessoais, fazer um cadastro e informar seu CPF, a pessoa fica sabendo se seu nome faz parte ou não da ficha suja do crédito. A consulta, seguida de providências, se necessário, evita protestos e deixa a porta aberta para o crédito, sem passar constrangimentos pela negativa de algum lojista ou gerente após identificar que você tem nome sujo na praça.

A consulta do próprio CPF em empresas de proteção ao crédito indica não apenas se você está na lista de maus pagadores, mas também quem é o credor que incluiu o nome nesses registros. Com esse dado em mãos será possível um contato para tentar um acordo, com a retirada imediata do nome desses cadastros.

É importante ressaltar que grande número de pessoas com nome negativo conseguiu resolver a situação, mas acabou voltando à situação anterior, de nome sujo, em alguns meses. Para evitar a recaída não há como escapar de um aprendizado de como lidar bem com o dinheiro, saindo das dívidas e tendo condições de formar uma poupança.

COMO CONSULTAR?

Pelo site Consumidor Positivo, da Boa Vista-SCPC, no endereço www consumidorpositivo.com.br, basta fazer um rápido cadastro para ter acesso às informações, sem custo algum, de qualquer localidade do País e a qualquer hora. Outra fonte de consulta gratuita de CPF é a Serasa Experian. Pelo site www.serasaconsumidor.com.br, ao fornecer dados pessoais é possível conferir a situação do CPF.

Ambos os sites oferecem ainda um score (avaliação) da situação do consumidor para obtenção de crédito, atribuindo notas de 0 a 1.000 – quanto mais alto o score, melhor. Outro serviço oferecido sem custo é a recepção de alerta em casos de roubo ou perda de documentos. Essas empresas se encarregam de comunicar a ocorrência ao comércio, bancos e a todo mercado. Mas além disso, nesses casos, é preciso fazer um boletim de ocorrência em uma delegacia. No site www.spcbrasil.org.br, mantido pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas, é possível obter as informações sobre o próprio CPF a uma taxa de R$ 9,90 ou de terceiros com uma taxa a partir de R$ 16,90.

E, finalmente, vale a pena também consultar sua situação fiscal perante o governo no endereço eletrônico da Receita Federal, que é o www.receita.fazenda.gov.br. Esse serviço informa se seu CPF está válido ou depende de regularização.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!