Como entrar no mercado financeiro

Se você pretende mudar o seu padrão de vida no ano de 2020, dar início aos investimentos é algo essencial para as finanças


Foto: Divulgação
As expectativas para a economia em 2020 são positivas, portanto, talvez essa seja a melhor hora para aumentar o seu patrimônio

Infelizmente, a grande parte da população brasileira ainda acha que para investir é necessário ter muito dinheiro guardado. Porém, isso não é verdade, já que é possível entrar no mercado financeiro mesmo com pequenas quantias de dinheiro.

Atualmente, há como fazer um investimento no Tesouro Direto com apenas, em média, 100 reais. Porém, por mais que não seja preciso ter bastante dinheiro para realizar investimentos, não é relevante investir os 100 reais apenas uma vez. O que faz toda diferença é realizar investimentos com uma certa recorrência.

Ademais, há ativos presentes no mercado financeiro para todos os níveis de investidores, do iniciante ao mais experiente. Dessa forma, é o momento de superar as inseguranças e colocar esse desejo em prática.

O conselho primordial a ser dado para quem irá iniciar os investimentos é: seu patrimônio será ainda maior no futuro se você começar o quanto antes.

RENTABILIDADE. Qualquer investimento possui uma taxa de rentabilidade. Dessa forma, no momento em que você realiza a aplicação financeira, existe uma previsão de quanto essa quantia renderá até a data de vencimento. Mas há como fazê-la render ainda mais!

Para que isso seja possível, é importante variar os seus investimentos, investindo numa maior quantidade de ativos – se possível, mais de dois.

Aprender a investir é algo que pode, realmente, mudar a vida de alguém, pois a partir desse momento a pessoa para de somente ganhar dinheiro e economizar, fazendo com que o dinheiro trabalhe para si.

Modalidades de investimentos para quem está iniciando

O melhor investimento para o seu colega, muito provavelmente, não será ideal para você. Dessa forma, é importantíssimo se conhecer muito bem antes de iniciar os investimentos.

Coloque na cabeça que há diversas chances no mercado financeiro de fazer o seu dinheiro, de fato, render. Porém, a inexperiência e a falta de conhecimento podem ocasionar em diversas perdas durante essa caminhada.

Portanto, a melhor modalidade de investimentos para você irá depender de características pessoais, como, por exemplo, resistência aos riscos e também aos futuros objetivos. Entretanto, um conselho é dar preferência para os ativos de renda fixa, como os CDBs e o Tesouro Direto, pois eles ofertam ganhos com menos oscilação de capital, além de mais estáveis

SITE BOLSA VALOR

> Como começar a investir? Há algumas dicas importantes para quem pretende adentrar o mundo dos investimentos

  • Defina as suas metas
    Estabeleça quais são os seus objetivos antes de, de fato, iniciar os investimentos, pois eles têm influência direta na importância da aplicação. Os especialistas indicam que você possua 5 metas e segregue-as por prazo de alcance: curto, médio ou longo prazo.
  • Estabeleça quanto será investido
    Após definir as suas metas, é necessário estimar o custo de cada uma delas, pois através disso o custo do investimento e o prazo de aplicação do mesmo poderá ser determinado.
  • Informe-se sobre os tipos de investimentos
    Em geral, existem duas modalidades de investimento: renda variável e renda fixa. A primeira refere-se a investimentos da bolsa de valores. Através deles, não há ganhos fixos, ou seja, não há como assegurar a rentabilidade futura. A renda variável conta com os seguintes investimentos: COE; ações; Exchange Traded Funds (ETFS); contratos futuros; Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs); commodities; opções. Por outro lado, a renda fixa engloba a aquisição de títulos privados e públicos, que funcionam como uma espécie de empréstimo feito por você para beneficiar alguma organização. A renda fixa conta com os seguintes investimentos: fundos de investimentos; Tesouro Direto; debêntures; CDB; LC; LCI/LCA; CRI/CRA.

Fonte: www.bolsavalor.com.br

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora