05 de março de 2021 Atualizado 20:06

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Economia

Robinhood: corretora levanta US$ 1 bi para enfrentar especulação em NY

Por Agência Estado

30 jan 2021 às 15:00 • Última atualização 30 jan 2021 às 16:17

A corretora Robinhood Markets Inc. levantou mais de US $ 1 bilhão para ajudar a atender às crescentes demandas decorrentes de negociações frenéticas em ações, como as da GameStop Corp., que dispararam acentuadamente na sexta-feira, encerrando a semana com alta de 400%.

Nos últimos dias, a Robinhood e outras corretoras experimentaram um aumento no volume de negociações em torno de um pequeno número de ações, levando as câmaras de compensação que ajudam a processar e liquidar os negócios a pedir mais dinheiro para cobrir as transações.

Operadores de varejo do chamado dumb money (“dinheiro burro”, na expressão em inglês, em referência à falta de experiência deles) membros da rede social Reddit, organizaram uma onda de compra dos papéis da GameStop, com objetivo de prejudicar o fundo de hedge Melvin, que tinha um volume alto de posições vendidas na companhia, o que obrigou a Securities and Exchange Commission (SEC) a monitorar o caso.

A Robinhood decidiu limitar a negociação de ações de empresas como a GameStop e a AMC Entertainment Holdings, por exemplo, na última quinta-feira, e reforçar as finanças da empresa, causando indignação nos pequenos investidores e alimentando a ira do Congresso norte-americano, que criticou a decisão. A plataforma, então, voltou na decisão “afrouxando” as restrições ontem.

Embora os executivos da corretora norte-americana sintam que têm os recursos para atender a solicitação dos investidores individuais, eles temem que uma procura igualmente alta, nos próximos dias, possa prejudicar as finanças da empresa, disseram as pessoas familiarizadas com o assunto.

“Parte da mecânica é que dificulta, e as coisas se tornam virais nas redes sociais, portanto aumentos como esse podem ser exponenciais”, disse o presidente-executivo da Robinhood, Vlad Tenev, sobre as restrições. “Com algo exponencial, as coisas podem mudar muito, muito rapidamente. Parte disso também foi de natureza antecipatória.”

A popularidade de Robinhood é ao mesmo tempo uma bênção e uma maldição. Investidores “hardcore” e casuais se aglomeraram nessem fóruns on-line planejando compras coordenadas de ações de “encorajamento” para perturbar o status quo de Wall Street. E estão conseguindo. Fonte: Dow Jones Newswires

Publicidade