07 de agosto de 2022 Atualizado 18:55

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Economia

Período de reserva de ações da Eletrobras com recurso do FGTS começa em 3/6

Por Agência Estado

27 de maio de 2022, às 13h37 • Última atualização em 27 de maio de 2022, às 16h50

A oferta de ações da Eletrobras terá um valor máximo de R$ 6 bilhões destinado aos investidores pessoa física que queiram utilizar recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para adquirir ações da companhia de energia elétrica, de acordo com o prospecto da operação apresentado nesta sexta-feira, 27, à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O período de reservas para o varejo, em ambas modalidades, vai de 3 a 9 de junho.

O varejo tem prioridade na oferta em relação aos investidores institucionais. Ainda antes do varejo, atuais acionistas, empregados e aposentados da Eletrobras poderão reservar seus papéis da companhia.

A aquisição será feita por meio de fundos chamados FMP-FGTS, que estão sendo colocados à disposição das pessoas físicas por meio de gestoras e bancos. O valor mínimo para as cotas dos fundos que usam o FGTS é de R$ 200.

A Eletrobras afirmou que está garantida uma alocação mínima de R$ 5 mil e máxima de R$ 50 mil para esses investidores.

O investidor do varejo poderá ingressar na oferta também por meio da aquisição direta de ações. O valor mínimo de alocação, nesse caso, por investidor é de R$ 1 mil, mas as instituições financeiras terão liberdade para aceitar valores abaixo desse patamar.

Migração de papéis da Petrobras e da Vale

Há dois modelos de fundos: o primeiro é os que simplesmente usam recursos hoje nas contas do FGTS para adquirir as ações da Eletrobras; o segundo é aquele que permite a migração de posições em ações da Petrobras e Vale, também adquiridas com recursos do FGTS, para a Eletrobras.

Renda fixa x renda variável

Vale sempre lembrar que o investidor pessoa física, ao usar o recurso do FGTS e aplicá-lo em ações da Eletrobras, passa a fazer um investimento em renda variável, e não em renda fixa, como é o caso do Fundo, que tem rentabilidade pré-fixada.

Em investimentos em ações, o que determina o rendimento é o desempenho do papel, que pode ser positivo ou negativo.

Publicidade