Obras de Angra 3 começam em 2020 e empresa dos EUA manifesta interesse

A norte-americana Westinghouse manifestou interesse de participar da retomada da construção da usina nuclear Angra 3, segundo o ministro de…


A norte-americana Westinghouse manifestou interesse de participar da retomada da construção da usina nuclear Angra 3, segundo o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. Ele participou por alguns minutos de um evento promovido pela World Nuclear Association (WNA), no Rio.

O ministro citou recente viagem aos Estados Unidos, na qual em reunião com o secretário de energia norte-americano foi informado do interesse de empresas daquele país na obra, que deve custar cerca de R$ 15 bilhões para ser finalizada. “Nos Estados Unidos tive apenas reuniões com o secretário de energia Rick Perry, que disse que as empresas americanas tinham interesse em participar, em particular a Westinghouse, e esse evento aqui demonstra isso.”

Segundo Albuquerque, as obras de Angra 3 serão retomadas em 2020, e não em 2021 como foi informado anteriormente pelo presidente da Eletronuclear, Leonam Guimarães, que participou do mesmo evento.

O ministro ainda descartou qualquer iniciativa no sentido de privatizar a Eletrobras, e afirmou que os estudos que estão sendo feitos no momento são apenas variações do tipo de modelagem de capitalização que podem ser utilizados em uma futura oferta em bolsa de valores.

“Em junho vamos apresentar (o modelo). Não tenho dúvidas, estamos estudando os modelos de capitalização. Privatização não está passando por isso no momento”, disse Albuquerque.

A capitalização da Eletrobras está prevista para este ano, segundo o ministro, apesar de ser um processo complexo e ainda exigir medidas como a separação da Eletronuclear e da usina hidrelétrica de Itaipu do capital da companhia, entre outras medidas.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora