Maioria das Bolsas da Europa fecha em alta, mas Londres cai com Brexit


As bolsas europeias fecharam em alta nesta quinta-feira, 11. Os movimentos, porém, foram em geral contidos, com Londres em baixa modesta, em meio a incertezas sobre a atividade global. Investidores ainda digeriram a notícia de que o Reino Unido chegou a um acordo com a União Europeia para ganhar mais prazo para decidir sobre a saída do bloco, o Brexit.

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,06%, em 386,91 pontos.

O corte na projeção de crescimento global do Fundo Monetário Internacional (FMI) feito nesta semana continuou no radar, bem como as negociações comerciais entre Estados Unidos e China.

Na quarta-feira, o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, disse que as duas partes concordaram com um mecanismo de monitoramento de cumprimento do possível acordo, sugerindo que um obstáculo nessas conversas foi removido. Ao mesmo tempo, não há certeza de que o acordo se materializará. Porta-voz do Ministério do Comércio chinês, Gao Feng disse nesta quinta que houve “novos progressos” no diálogo, sem dar detalhes.

Investidores avaliavam ainda a notícia da noite de quarta de que o Reino Unido conseguiu estender o prazo para negociar o Brexit até 31 de outubro. Caso um entendimento seja fechado antes, o divórcio com a UE pode vir mais cedo. A notícia do prazo maior para as conversas apoiou ações do setor de turismo, incluindo companhias aéreas europeias.

Na agenda de indicadores, o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) subiu 0,4% em março ante fevereiro e 1,3% na comparação anual. Os números vieram em linha com o previsto.

Na Bolsa de Londres, o índice FTSE-100 fechou em baixa de 0,05%, a 7.417,95 pontos. Entre as companhias aéreas, International Consolidated Airlines Group subiu 5,90%. Já a petroleira BP caiu 0,62%.

Em Frankfurt, o índice DAX avançou 0,25%, a 11.935,20 pontos. No setor bancário alemão, Deutsche Bak registrou alta de 2,90% e Commerzbank, de 3,06%.

O índice CAC-40 teve ganho de 0,66%, a 5.485,72 pontos, na Bolsa de Paris. Société Générale subiu 2,55% e BNP Paribas mostrou alta de 1,37%. LVMH subiu 4,61% em Paris, após a companhia do setor de produtos de luxo divulgar balanço forte.

Na Bolsa de Milão, o índice FTSE-MIB subiu 0,06%, a 21.684,84 pontos. UniCredit teve alta de 0,54%, mas Banco BPM caiu 0,08%. A petroleira ENI recuou 0,10%.

Em Madri, o índice IBEX-35 avançou 0,41%, a 9.445,40 pontos. Entre as ações mais negociadas, Santander subiu 2,43% e Banco de Sabadell, 3,54%, mas Urbas Grupo Financiero recuou 5,41%.

Na Bolsa de Lisboa, o PSI-20 registrou ganho de 0,36%, a 5.344,12 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires)

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!