Maia diz que não concordou com a aprovação do Rota 2030


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse nesta segunda-feira que não concordou com a aprovação do Rota 2030, programa de incentivo ao setor automotivo. “Eu não queria, mas graças a Deus não sou dono do Parlamento”, disse, durante evento do Grupo Voto.

Maia disse ainda que reconhece a legitimidade tanto da Câmara quanto do Senado em realizar a reforma tributária. E afirmou que, desde que se aprove uma reforma que simplifique o sistema atual, não há diferenças entre a reforma ser aprovada em qualquer uma das duas casas. “Eu não tenho problema em que Câmara e Senado trabalhem juntos ou cada um aprove um projeto”, disse.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora