Klabin inicia desmobilização temporária de trabalhadores em Puma II


A Klabin deu inicio nesta segunda-feira, 23, ao processo de desmobilização temporária de profissionais envolvidos nas obras de construção civil e montagem do projeto Puma II, em Ortigueira, no Paraná. Com a decisão, a empresa amplia as medidas de prevenção já divulgadas para auxiliar no controle da disseminação do coronavírus (covid-19). Em fato relevante, a companhia informa que trabalham no projeto atualmente cerca de 4.500 pessoas (construção civil e montagem), entre próprios e terceiros.

Anunciado pela companhia em abril do ano passado, o projeto de expansão de capacidade no segmento de papéis para embalagens tem valor estimado em R$ 9,1 bilhões.

No último dia 19, a empresa havia afirmado ainda não ter registrado impacto significativo em suas operações em decorrência da pandemia e que a execução do projeto Puma II seguia dentro do prazo e do orçamento estabelecidos.

Pela rapidez dos eventos relacionados à pandemia e incertezas quanto ao prazo para a normalização das atividades de saúde e econômicas do Brasil, a maior fabricante de papel para embalagens do país afirma que “não é possível até o presente momento estabelecer quais serão os efeitos dessa medida no cronograma e orçamento do projeto”.

A Klabin reconhece ainda que de acordo com a evolução epidemiológica, ações adicionais podem ser tomadas.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora