Juros seguem recuo do dólar e operam em baixa no mercado futuro


As taxas de juros negociadas no mercado futuro abriram próximas da estabilidade nesta quarta-feira, 18, mas passaram a cair à medida que o dólar perdeu fôlego nesta manha, invertendo a alta da abertura. O mercado futuro de juros ajusta as taxas para baixo após uma terça-feira de ajustes significativos na curva, em reação ao tom mais duro da ata do Comitê de Política Monetária (Copom) no que diz respeito à expectativa de aquecimento da economia e riscos para a inflação.

Nesta quarta-feira, chamou a atenção ainda a aceleração da segunda prévia do Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) de dezembro, que passou de estabilidade para alta de 2,06%.

A expectativa pela divulgação do Relatório Trimestral de Inflação (RTI), na quinta-feira, pode limitar o ajuste das taxas, uma vez que o mercado elevou o tom de cautela ontem, após visão mais “hawkish” (dura) da ata do Copom.

Às 10h03, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de janeiro de 2021 tinha taxa de 4,62%, ante 4,65% do ajuste de ontem. A taxa do vencimento de janeiro de 2023 era de 5,94%, na mínima do dia, ante 5,99%. Na ponta longa da curva, o DI para janeiro de 2025 projetava 6,57%, de 6,60% do ajuste anterior.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora