08 de agosto de 2020 Atualizado 20:21

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Economia

IPA do IGP-DI encerra 2019 com alta de preços de 9,63%, mostra FGV

Por Agência Estado

08 jan 2020 às 10:28 • Última atualização 08 jan 2020 às 11:42

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-DI) encerrou o ano de 2019 com um avanço de 9,63%, segundo os dados do Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI), divulgado nesta quarta-feira, 8, pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

No mês de dezembro, o IPA-DI subiu 2,34%, após uma elevação de 1,11% registrada em novembro.

Na análise segundo estágios de processamento, o grupo Bens Finais acelerou de 1,74% em novembro para 2,88% em dezembro, puxado pelo subgrupo alimentos in natura, que passou de alta de 1,74% para 9,79% no período. Já o índice de Bens Finais (ex), que resulta da exclusão de alimentos in natura e combustíveis para o consumo, subiu 2,11% em dezembro, contra 1,71% em novembro.

O grupo Bens Intermediários passou de um recuo de 0,20% em novembro para elevação de 0,98% em dezembro, pressionado pelo subgrupo combustíveis e lubrificantes para a produção, que passou de queda de 2,07% para alta de 4,58% no período. Já o índice de Bens Intermediários (ex), calculado após a exclusão de combustíveis e lubrificantes para a produção, subiu 0,33% em dezembro, ante um avanço de 0,15% no mês anterior.

As Matérias-Primas Brutas aceleraram de 1,90% em novembro para 3,25% em dezembro, sob influência dos itens: minério de ferro (de -6,75% para 1,89%), milho em grão (de 7,19% para 10,10%) e aves (de 0,61% para 3,05%). Subiram menos no último mês os bovinos (de 15,63% para 7,85%), soja em grão (de 2,60% para 0,86%) e cana-de-açúcar (de 0,96% para -0,25%).