26 de novembro de 2020 Atualizado 23:26

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Economia

Índice de estoques da FecomercioSP sobe 11,1% em outubro ante setembro

Por Agência Estado

21 out 2020 às 12:21 • Última atualização 21 out 2020 às 14:23

O Índice de Estoques (IE) do comércio paulistano subiu 11,1% entre outubro e setembro, passando de 93,9 pontos para 104,3 pontos. É a segunda alta consecutiva do indicador, que estava em 90,0 pontos em agosto. Na comparação com outubro de 2019, o IE está 14,2% menor no décimo mês de 2020. Os dados são da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Na pesquisa, 51,9% dos empresários da cidade consideram ter seus estoques em nível adequado, um avanço ante a porcentagem de 46,7% registrada em setembro, mas 8,3 pontos porcentuais abaixo dos 60,2% de outubro do ano passado.

Houve redução de 37,7% em setembro para 35,2% entre os que consideram seus estoques acima no nível adequado, e também caiu de 15,0% para 12,5% os que entendem que seus estoques estão abaixo do volume apropriado.

Na pesquisa por tamanho da empresa, as empresas grandes estão mais confortáveis com seus estoques do que as pequenas: a adequação é de 62,7% para as grandes e de 51,7% para as pequenas.

Entre os pequenos empresários, 35,5% consideram seus estoques acima do adequado, porcentagem que é de 20,3% entre os grandes empresários. Abaixo do nível adequado estão 12,4% dos estoques de pequenas empresas e 16,9% dos estoques de grandes empresas.

Confiança

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) subiu 11,8% entre setembro e outubro, passando de 85,9 pontos para 96,0. Houve avanço nos três componentes do indicador: o Índice de Condições Atuais (Icaec) subiu 27,5%; o Índice de Expectativas (Ieec) cresceu 6,9%; e o Índice de Investimentos (Iiec) avançou 11,0%.

Publicidade