Indicador de confiança da indústria do aço fica em 68,3% em dezembro


O Indicador de Confiança da Indústria do Aço (ICIA) subiu 6,1 pontos entre novembro e dezembro e chegou a 68,3 pontos. Essa é a primeira vez que o índice ultrapassa os 50 pontos, ou seja, configura uma situação de otimismo com o setor. A série foi iniciada em abril de 2019.

Os empresários ouvidos destacaram o otimismo com suas próprias companhias e com a economia brasileira de modo geral, analisando os seis meses anteriores à pesquisa e as perspectivas para os seis meses seguintes.

Para o primeiro semestre de 2020, o índice de expectativas de dezembro ficou em 70,9 pontos, 2,1 pontos acima de novembro. O otimismo com a economia brasileira atingiu 73,5 pontos, enquanto a média das empresas ficou em 69,6. O patamar geral de expectativas gira entre 59,5 e 70,9 pontos desde a implementação do índice.

A pesquisa ouviu todas as empresas associadas ao Instituto Aço Brasil (IABR) que, de acordo com a entidade, representam 86,8% de toda a produção nacional de aço bruto.

O otimismo ocorre mesmo em meio aos dados de queda na produção divulgados nesta quinta-feira pelo IABR. De acordo com o relatório, a produção de aço bruto no mês de novembro caiu 10,5% em comparação com novembro de 2018 e 8,8% entre janeiro e novembro de 2019 em relação ao mesmo período do ano passado.

Um dos únicos resultados positivos foi o de produção de semiacabados para vendas, que cresceu 3,4% em novembro de 2019 em comparação com 2018.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora