Ibovespa tem dia de correções e fecha em baixa de 0,58%


A terça-feira foi dia de correções no mercado brasileiro de ações, com os investidores recolhendo parte dos ganhos obtidos recentemente. O desempenho fraco das bolsas de Nova York contribuiu para a correção nos preços das ações, assim como a expectativa pelas decisões de política monetária no Brasil e nos Estados Unidos, nesta quarta. Nesse ambiente, o Índice Bovespa terminou o pregão contabilizando baixa de 0,58%, aos 107.556,26 pontos.

A queda foi puxada pelas ações do setor financeiro, justamente as que vinham dando fôlego às altas dos últimos dias, quando o Ibovespa bateu sucessivos recordes. O Ifinanceiro, que congrega ações de 19 papéis de bancos e empresas de seguro e previdência, teve perda de 1,22%, bem superior ao Ibovespa. Já alguns papéis do setor de consumo estiveram entre as maiores altas do dia, refletindo a expectativa pela divulgação de balanços financeiros e também os efeitos positivos do novo corte de juros no Brasil, previsto para amanhã.

“O dia foi de agenda vazia na véspera de duas decisões que serão determinantes do fluxo de recursos no curto prazo. E os investidores estiveram cautelosos aqui e nos Estados Unidos, à espera da confirmação do que se espera para esses dois eventos”, disse Raphael Figueredo, sócio da Eleven Financial. Ele afirma que os resultados trimestrais conhecidos até agora ajudam, uma vez que não apontam para uma piora do cenário de expectativa de retomada do crescimento.

Com a reforma da Previdência aprovada e o Banco Central chegando às suas últimas reuniões de política monetária do ano, o analista afirma que cabe ao governo dar o “gatilho” para que o mercado de ações continuar a avançar. “Está nas mãos do governo fazer publicidade daquilo que pretende fazer em 2020 no que diz respeito a novas reformas e projetos, para que isso se reflita no mercado”, afirma Figueredo, que acredita na ocorrência de um “rali” de fim de ano, com investidores antecipando resultados positivos das empresas no quarto trimestre.

Entre as ações que fazem parte do Ibovespa, a maior queda ficou com Magazine Luiza ON (-3,56%), que divulga seu resultado trimestral ainda nesta terça. Pão de Açúcar PN veio em seguida (-2,86%), com balanço para ser divulgado na quarta. Entre as maiores altas ficaram MRV ON (+3,03%) e Raia Drogasil ON (+2,24%).

Na última sexta-feira (25), os investidores estrangeiros ingressaram com R$ 256,059 milhões. No acumulado da semana passada, os ingressos totalizaram R$ 1,859 bilhão. Em outubro, os investimentos estrangeiros registram um saldo negativo de R$ 9,631 bilhões. Mesmo com o resultado negativo desta terça, o principal índice de ações da B3 ainda contabiliza alta de 2,68% no mês.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora