Ibovespa perde fôlego e passa a cair com realização após recorde


Após abrir em alta, o Ibovespa passou a cair na manhã desta sexta-feira, 27, em um movimento de realização de lucros, após o índice ter fechado ontem em máxima histórica, acima de 117 mil pontos. “O mercado esticou demais na abertura e agora voltou um pouco à realidade”, disse um operador.

Às 11h09, o índice caía 0,07%, aos 117.126 pontos. Na mínima, minutos antes, o índice chegou a cair 0,33%, perdendo pontualmente o patamar dos 117 mil pontos.

A correção do mercado ocorre apesar de o IBGE ter divulgado, antes da abertura, que a taxa de desemprego caiu para 11,2% no trimestre encerrado em novembro. O resultado ficou abaixo do piso do intervalo das expectativas captadas pelo Projeções Broadcast, que estimavam uma taxa de desemprego entre 11,3% e 11,5%, com mediana de 11,4%.

Outro indicador que mostrou avanço foi a confiança da indústria, medida pela Fundação Getulio Vargas (FGV), que subiu 3,2 pontos em dezembro e atingiu a marca de 99,5 pontos ante os 96,3 do mês anterior, na série com ajuste sazonal. O estoque de crédito, também divulgado pelo Banco Central (BC) há pouco, subiu 1,1% em novembro ante outubro.

Mais tarde, às 14h30, o Tesouro Nacional publica as contas do Governo Central (Banco Central, Previdência Social e Tesouro Nacional) referentes ao mês de novembro, que deve ter tido déficit de R$ 20,60 bilhões a 2,80 bilhões, segundo levantamento do Projeções Broadcast junto a 18 casas do mercado financeiro. A mediana das expectativas mostra resultado negativo em R$ 16,15 bilhões.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora