Guedes: está claro para o governo que mudança no BPC é ‘matéria sensível’

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse estar claro para o governo que a mudança no Benefício de Prestação Continuada…


O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse estar claro para o governo que a mudança no Benefício de Prestação Continuada (BPC) é “matéria sensível”. Em audiência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, Guedes disse que é função da Casa dizer que “isso não vai passar”, mas que tem explicado as razões das mudanças sugeridas na PEC.

“O papel da democracia é esse, o Congresso reage. Está ficando muito claro que isso é um problema e a função da casa é essa, dizer ‘isso não vai passar'”, afirmou.

Ele defendeu, porém, que a proposta não mexe em direitos adquiridos e que a possibilidade de benefícios abaixo do mínimo é para haver uma antecipação, já que o salário piso seria pago aos 70 anos. “No BPC, não se mexeu em direito adquirido, estava se dando uma possibilidade de antecipação. Eu mesmo levei um susto com a idade 70 anos, mas meu time defendeu que a sobrevida é igual nas regiões”, afirmou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!