Guedes diz que ‘novo presidente não é ameaça à democracia de jeito nenhum’


O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira, 10, que houve desconto do “establishment” com a eleição de Jair Bolsonaro, mas disse que o presidente não representa ameaça à democracia “de jeito nenhum”. As declarações foram dadas em evento da XP Investimentos em Nova York.

Guedes reiterou no discurso o diagnóstico da economia brasileira que tem feito em eventos dos quais participa desde que se tornou ministro.

Disse que o modelo econômico brasileiro, com concentração de poder e recursos, se exauriu. Afirmou também que o País venceu a inflação, mas elevou impostos e desacelerou o crescimento. “O Brasil precisa mudar o regime econômico, pois o crescimento é baixo”, disse. “Vamos recuperar taxas de crescimento mais altas logo”, prometeu.

Para o ministro, há um choque da velha política com a nova política. “Tivemos 30 anos de social democracia e agora liberais e conservadores estão no poder”, disse. “Queremos abrir a economia, privatizar, reduzir impostos e fazer ajuste fiscal”, afirmou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora