Governo Bolsonaro não negociará votos individualmente para reformas, diz Guedes

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira, 6, que o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro não…


O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira, 6, que o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro não negociará votos individualmente no Congresso para a aprovação de reformas. Segundo ele, esse tipo de negociação é que dava margem para o “toma lá dá cá ” de governos anteriores.

“Vamos negociar com as bancadas no Congresso para que sejam votações orgânicas”, afirmou, ao chegar ao Ministério da Fazenda, onde se reúne com o ministro Eduardo Guardia.

De acordo com Guedes, o principal eixo de governabilidade do governo Bolsonaro será o pacto federativo. “Depois de vários governos de centro-esquerda, o Brasil começa uma transição para a centro-direita, o que é saudável. A alternância de poder é importante”, avaliou o futuro ministro.

Guedes destacou que as instituições brasileiras seguem funcionando e lembrou que os três poderes da República são independentes. “A liberdade de mídia também é muito importante. Somos uma democracia emergente bem-sucedida”, completou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!