Geração de vagas no varejo alimentar sobe 55% em julho


O varejo alimentar gerou 2.055 vagas de emprego no Estado de São Paulo em julho, aumento de 55% em relação ao mesmo mês de 2018. O resultado foi alavancado pelas contratações em Minimercados e Hortifrutis, de acordo com a Associação Paulista de Supermercados (Apas), que dispararam 468% e 433%, respectivamente, para 284 e 192 vagas.

O canal Atacados e Atacarejos também apresentou alta expressiva, de 170%, para 653 vagas, enquanto Hiper e Super recuou 7%, para 926.

“Os resultados demonstram que, aos poucos, a economia está se recuperando e refletindo em maior consumo nos supermercados, o que demanda contratações. Também podemos projetar uma melhor expectativa para o final de ano, uma vez que o número de empregos gerados em julho de 2019 é 55% maior que o de 2018”, disse o economista da Apas, Thiago Berka.

No país, o mês de julho teve geração líquida de 43.820 vagas. O resultado acumulado nos sete primeiros meses de 2019 é o melhor desde 2014. O comércio varejista brasileiro em geral criou 2.140 postos e ficou em 8º lugar dentre os 25 subsetores da economia.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora