20 de outubro de 2020 Atualizado 17:03

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Economia

G-20: reforma da OMC com novo diretor deve servir a todos, diz ministro saudita

Por Agência Estado

22 set 2020 às 12:26 • Última atualização 22 set 2020 às 14:50

“Esperamos que o próximo diretor-geral da OMC possa reformar para encontrar as necessidades de todos os países”, disse Majid Al Qasabi, ministro do Comércio saudita, sobre a sucessão na Organização Mundial do Comércio. A afirmação ocorreu em entrevista nesta terça-feira, 22, após a reunião entre ministros do Comércio e Investimento do G-20, liderada pela Arábia Saudita, que, segundo Qasabi, projeta esforços para uma sucessão na OMC “olhando para o futuro”.

Sobre as ameaças ao comércio global, o ministro indicou que o G-20 é “uma plataforma onde os países tem comunicação, o que é o propósito das reuniões”, e que apoia o “consenso”, inclusive EUA e China. Segundo Qasabi, o interesse de todos tem de se sobrepor aos individuais, e no momento a prioridade é salvar vidas. O foco foi confirmado pelo ministro saudita de Investimentos, Khalid al Falih, que colocou a saúde à frente da retomada econômica.

Citando que o comércio global deve cair 10% em 2020 na comparação anual, Falih indicou que “não é apenas olhar os números, mas que tipo de empregos estão criando” na recuperação. Dentre as áreas com maior enfoque para investimentos, o ministro indicou biotecnologia, revolução 4.0, internet das coisas e inteligências artificial. Falih afirmou que há grande interesse em nações em desenvolvimento, que podem receber apoio em áreas como suporte técnico, visando a retomada.

Publicidade