02 de junho de 2020 Atualizado 20:10

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Economia

FGV: IPC-S cai 0,53% na 2ª quadrissemana de maio, após queda de 0,34% na anterior

Por Agência Estado

18 Maio 2020 às 08:50 • Última atualização 18 Maio 2020 às 10:10

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) acelerou a deflação na segunda quadrissemana de maio, ao recuar 0,53%, na comparação com declínio de 0,34% na primeira leitura do mês, informou nesta segunda-feira, 18, a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Seis das oito classes de despesa componentes do indicador registraram decréscimo em suas taxas de variação. A maior influência partiu do grupo Educação, Leitura e Recreação (-1,47% para -2,13%). Também houve alívio nos preços apurados nos grupos Transportes (-2,26% para -2,58%), Alimentação (0,94% para 0,71%), Habitação (0,01% para -0,12%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,30% para 0,28%) e Despesas Diversas (0,27% para 0,20%).

Em Educação, Leitura e Recreação, a FGV destaca o recuo em passagem aérea, cuja taxa passou de -11,88% para -17,62%. Já nos demais conjuntos de preços que ajudaram a arrefecer o IPC-S, menciona o comportamento dos preços em gasolina (-7,89% para -8,76%), laticínios (2,27% para 1,33%), tarifa de eletricidade residencial (-0,23% para -0,62%), artigos de higiene e cuidado pessoal (0,41% para 0,31%) e tarifa postal(0,46% para 0,09%).

Já as classes de despesa de Vestuário (-0,27% para -0,18%) e Comunicação (0,04% para 0,06%) apresentaram avanço em suas taxas de variação. Neste grupos, a FGV cita os itens: roupas (-0,17% para -0,02%) e mensalidade para internet (0,25% para 0,48%).