20 de julho de 2024 Atualizado 09:48

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Brasil e Mundo

Estabilidade nas projeções de inflação colaborou para decisão de cortar juros, afirma Lagarde

Por Agência Estado

06 de junho de 2024, às 14h29

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, afirmou nesta quinta-feira, 6, que a estabilidade nas projeções de inflação colaborou para a decisão de cortar juros em 25 pontos-base, ao ser questionada durante coletiva de imprensa. “Nossa confiança sobre a trajetória adiante cresceu”, adicionou a autoridade.

Lagarde ressaltou as projeções do BCE, que preveem desaceleração da inflação rumo à meta ao longo do segundo semestre de 2025.

A dirigente também destacou que as expectativas inflacionárias de longo prazo demonstram estabilidade e estão, em geral, na meta. Ao mesmo tempo, os riscos para o crescimento são de baixa no médio prazo, mas estão equilibrados no curto prazo, visto que o setor de serviços permanece em expansão e o industrial estável em níveis fracos.

A presidente do BCE, entretanto, observou que a inflação doméstica segue alta e que os salários crescem em ritmo elevado, indicadores que tem “importância demasiada” para decisões monetárias.

Lagarde apontou que a inflação de serviços subiu de modo acentuado na leitura preliminar de maio e que espera uma oscilação nos custos de emprego na faixa atual no médio prazo.

De acordo com ela, também existem outro riscos consideráveis para o cenário econômico projetado pelo BCE. Lagarde destacou que a guerra na Ucrânia continua um risco geopolítico importante, assim como a escalada nas tensões comerciais entre potenciais globais e a crise climática, que poderiam afetar sobre as dinâmicas de crescimento e preços na zona do euro.

Publicidade