10 de maio de 2021 Atualizado 22:43

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Mulheres investidoras

Empresária dá dicas para as mulheres que querem começar a investir

Anne Garcia orienta a partir de sua experiência na área de investimentos imobiliários e agronegócios

Por Redação

01 Maio 2021 às 07:58

Você já deve ter escutado a frase “lugar de mulher é na cozinha”, com a ideia de que as mulheres devem cuidar apenas da casa e dos filhos, ficando de fora dos assuntos financeiros. No entanto, essa questão está sendo superada e, cada vez mais, as mulheres buscam aprender como investir financeiramente. Para isso, a empresária e estilista ítalo-brasileira, Anne Garcia, com experiência na área de investimentos imobiliários e agronegócios, traz dicas para as mulheres começarem a investir.

Antes de mais nada, é necessário estudar, analisar minuciosamente o mercado para o qual se pretende investir e conversar com profissionais do ramo, criando experiência e cautela na área. Também é importante saber com clareza o ponto de partida e onde quer chegar, definindo metas do que está disposta a fazer para chegar no topo, quais são as prioridades e o que está disposta a renunciar para atingir o objetivo.

A educação financeira pode auxiliar as mulheres na hora de investir e é de extrema importância para a independência – Foto: Divulgação

Se informar bem, fazer simulações e calcular a parte tributária é imprescindível para Anne. “Se você tiver a possibilidade de contratar profissionais para fazer um Plano de Negócios, faça. Isso é importante para que você veja as análises do seu investimento e as projeções do mercado. Você também pode fazer, mas tenha cuidado, pois eu, tomada pela emoção, já errei e perdi dinheiro por investir sem ter expertise no assunto”, explica.

Antes de fazer qualquer investimento, deve-se fazer os cálculos, verificar se a conta fecha e analisar os imprevistos. Um cuidado importante que deve ser levado em consideração é de pegar dinheiro emprestado com o banco ou com outras pessoas, pois se o investimento não sair como o planejado, você só perde o que era seu e sai sem dever nada a ninguém, podendo recomeçar. “Eu aconselho a iniciar investindo com recurso próprio, aos poucos e sem pressa”, completa Anne.

Além disso, é importante conhecer o seu fluxo de caixa e garantir uma reserva de emergência para que não haja surpresa se houver algum imprevisto financeiro no seu negócio. Com isso, você poderá tomar ações antecipadas, evitando qualquer problema.

ESCOLHA
Existem diversos investimentos no mercado, como saber qual tipo escolher? Você deve conhecer qual o seu perfil de investidor, calcular quanto tem disponível para investir, analisar o seu conhecimento sobre o mercado que deseja atuar e, se preferir, pode contratar alguém de sua confiança para cuidar de seus investimentos.

Alguns investimentos são mais seguros e outros mais arriscados, sendo que quanto maior for o risco, maior será o lucro. E, quanto mais seguro for o negócio, menos será o lucro que você obterá.

“Eu aconselho a diversificar os investimentos, pois o mercado está em constante transição. Para evitar perdas e não ser pega de surpresa, invista em mais de um negócio, sendo eles de atividades completamente distintas. Siga sempre estudando, acompanhando o mercado e se atualizando junto a ele”, comenta a empresária.

A educação financeira pode auxiliar as mulheres na hora de investir e é de extrema importância para a independência, por isso, é essencial dominar este tema. Para Anne, a educação financeira auxilia em tudo, seja na hora de investir ou no dia a dia.

“Quanto mais cedo aprendemos sobre educação financeira, mais dinheiro poderemos poupar para os nossos investimentos. Para as mamães, é importante saber que mesmo não tendo que investir, devemos ensinar educação financeira para nossos filhos desde a infância”, completa.

Para incentivar as mulheres a investir financeiramente, Anne deixa o recado: “Às vezes não sabemos como dar o primeiro passo, mas o importante é começar. Depois, siga em frente e não pare. Supere os obstáculos sem perder a esperança e tenha sempre um plano B”.

Publicidade