26 de fevereiro de 2021 Atualizado 09:54

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Seu Valor

Dicas para você investir em 2021

Existem alguns setores (empresas), entre os mais ativos em número de transações, que foram beneficiados pela crise de Covid-19

Por Redação

17 jan 2021 às 10:52 • Última atualização 17 jan 2021 às 10:53

Quem avalia investir em uma empresa em 2021, é muito importante que selecione e conheça bem o segmento no qual almeja investir, escolha cuidadosamente a empresa ‘target’, e ainda cuide de alguns procedimentos-chave, principalmente após um ano tão adverso quanto 2020.

A pandemia de Covid-19 mudou os hábitos de consumo e transformou alguns nichos, tornando-os fundamentais para a sociedade, os quais podem ter necessidade de capital para crescer.

Entre os pontos-chaves que devem ser cuidados estão a escolha da empresa que a adquirir, a avaliação e a negociação financeira da aquisição – Foto: Adobe Stock

Primeiramente, é importante entender qual a motivação para adquirir uma empresa em 2021. Se a motivação para adquirir uma empresa for crescimento, o foco deveria ser nos segmentos mais favorecidos pela pandemia de Covid-19. Ou seja, em empresas que precisam de capital para crescer.

Segundo a Capital Invest M&A Advisors, assessores financeiros especializados em fusões e aquisições, existem alguns setores, entre os mais ativos em número de transações de M&A, que ainda foram beneficiados pela crise de Covid-19, sendo, portanto, mais oportunos para comprar uma empresa em 2021. Seguem 5 deles:

Empresas de Internet
As empresas de Internet são as que operam em um ramo exclusivamente virtual, como, por exemplo: mídias sociais, marketplaces e e-commerces, prestadoras de serviços online, etc. Com a pandemia, o investimento nesse nicho que já era um excelente negócio passou a ser ainda melhor, considerando o acréscimo da demanda pelos serviços virtuais, causada pelo distanciamento social

Tecnologia da informação
Na mesma linha, com a transformação digital que muitas sociedades estão experimentando atualmente, pode ser um ótimo momento para comprar uma empresa de TI. Desde empresas de software, hardware, SaaS (Software As A Service), apps, outsourcing de IT, etc. As oportunidades de crescimento são enormes, assim como o interesse na compra de empresas desse segmento.

Alimentação
O setor de alimentação também pode ser um bom negócio neste momento. Os hábitos de consumo mudaram e formarão parte do ‘novo normal’ pós-pandemia. O consumo de comida em casa aumentou muito, com pessoas saindo menos para ir a restaurantes. Esta mudança favoreceu as empresas de ‘delivery’ assim como o varejo alimentar. Outro fator é a tendência a consumir alimentos saudáveis. Exemplo: frutas e verduras orgânicas, assim como comidas com baixo teor de carboidratos processados

Segmento imobiliário residencial
Com o confinamento da população, as pessoas procuram reformar suas residências, mais ainda considerando o aumento do home office, que algumas empresas poderão tornar permanente no ‘novo normal’ pós-pandemia. Ainda com os juros reais em mínimos históricos, e com uma maior facilidade para obter financiamentos, o segmento está no melhor momento da última década.

Instituições financeiras
O segmento financeiro brasileiro está sendo revolucionado pelas fintechs, ou startups que oferecem serviços financeiros. A união entre tecnologia e finanças está melhorando a competitividade do setor e seus preços. Algumas destas empresas são criadas com o objetivo de ser adquiridas por bancos e grandes instituições financeiras. Isso pode gerar muitas oportunidades para quem quer adquirir empresas nesse ramo, unindo a tecnologia às finanças e se preparando para as oportunidades que vão surgir.

Publicidade