Desembolsos em área portuária serão feitos com recursos próprios, diz Raízen

O diretor de Desenvolvimento de Negócios da Raízen, Nilton Gabardo, disse que, a princípio, os recursos a serem desembolsados por…


O diretor de Desenvolvimento de Negócios da Raízen, Nilton Gabardo, disse que, a princípio, os recursos a serem desembolsados por sua controlada Petróleo Sabbá, nos arrendamentos portuários conquistados no leilão desta sexta-feira, 5, serão feitos com caixa próprio. Ele não descartou, porém, a possibilidade de buscar um financiamento externo, “se for benéfico”. Ele destacou que até o momento o foco da companhia esteve em analisar os projetos e agora é que a companhia avaliará melhor a solução financeira para o investimento.

A Raízen conquistou, via Petróleo Sabbá, o lote BEL02A, em consórcio com a Ipiranga, com a oferta de outorga de R$ 40,006 milhões. As empresas devem realizar investimentos da ordem de R$ 48,3 milhões na requalificação da área. Além disso, a Petróleo Sabbá venceu a BEL02B, com lance de R$ 60,005 milhões. Os investimentos previstos neste caso somam R$ 27,4 milhões.

Representantes de outros grupos vencedores fizeram comentários similares. Foi o caso do gerente executivo de Infraestrutura da Ipiranga, Flavio Jacociúnas. “Neste momento, o mais importante era a equação econômico-financeira para vencer o lote, a partir de agora vamos verificar qual a engenharia financeira que buscaremos”, disse. O grupo conquistou, além do lote em parceria com a Sabbá, a área BEL-04.

“A exemplo dos colegas, nosso foco foi elaborar projetos, fazer as melhores análises para participar”, comentou o representante da BR Distribuidora, Aurélio de Souza. Segundo ele, a companhia teria os valores previstos no plano de negócios, mas avaliará “a melhor solução”. A empresa venceu a área BEL-08, com lance de R$ 50,001 milhões, A companhia também deverá investir cerca de R$ 90 milhões na requalificação do terminal.

Da mesma forma, executivos da Transpetro e do Grupo Ultra também declararam que as empresas ainda avaliarão se utilizarão capital próprio ou de terceiros.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora