21 de janeiro de 2021 Atualizado 23:01

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Economia

CVM e Senacon firmam acordo para reforçar proteção ao investidor

Por Agência Estado

07 jan 2021 às 17:25 • Última atualização 07 jan 2021 às 18:11

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça assinaram um acordo de cooperação que vai permitir que a autarquia tenha acesso à plataforma de solução alternativa de conflitos Consumidor.gov.br. O objetivo é aumentar a proteção dos investidores no mercado, num momento em que o expressivo crescimento no número de investidores de varejo atuando na bolsa resultou em mais consultas, reclamações e denúncias recebidas pelo órgão regulador do mercado de capitais.

O acesso às informações do portal vai permitir que a CVM monitore as reclamações e informações apresentadas pelos consumidores e as respostas das empresas que envolvam o mercado de capitais.

O subprocurador-chefe da subprocuradoria jurídica 4 (GJU-4) da CVM, Leonardo Montanholi dos Santos, destaca que o estabelecimento de canais específicos para comunicação de infrações, como pirâmides financeiras, será útil para o combate mais rápido e efetivo desses desvios no mercado de capitais.

De acordo com a Secretária Nacional Consumidor, Juliana Domingues, o tema passou a ser mais importante porque o País tem hoje muitos investidores de pequeno porte (que aplicam valores menores) e que às vezes não sabem que são considerados consumidores de serviços financeiros.

“É importante que esses consumidores registrem suas reclamações para que possamos combater os abusos, já que a CVM tem relatado um aumento das reclamações que chegam à autarquia”, disse em comunicado.

Publicidade