Crescimento global vai decepcionar em 2016, diz Lagarde em jornal alemão


O crescimento da economia global vai decepcionar no próximo ano e as perspectivas de médio prazo se enfraqueceram por causa da baixa produtividade, do envelhecimento das populações e dos impactos de crise financeiras, afirmou a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, em um artigo publicado no jornal alemão Handelsblatt.

Segundo Lagarde, a normalização da política monetária nos EUA e a mudança no modelo de crescimento da China para um ritmo mais lento são necessários e saudáveis, mas precisam ser gerenciados o mais eficiente e suavemente possível. Taxas de juros mais altas nos EUA e um dólar mais forte podem levar empresas a dar calote em dívidas e, assim, prejudicar bancos e países, afirmou Lagarde, observando, porém, que esses riscos são gerenciáveis.

A diretora do FMI comentou ainda que a maioria das economias altamente desenvolvidas, com exceção de EUA e possivelmente Reino Unido, ainda precisarão de uma política monetária frouxa. Com relação à zona do euro, Lagarde disse que o bloco pode melhorar suas perspectivas se tratar da inadimplência, para que os bancos possam ampliar os empréstimos, e tornar a política monetária mais eficiente. Fonte: Dow Jones Newswires.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora