15 de julho de 2024 Atualizado 23:10

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Brasil e Mundo

Cajado: podemos votar urgência do projeto da tributária na terça, dependendo de Lira

Por Agência Estado

04 de julho de 2024, às 11h42

O deputado federal Cláudio Cajado (PP-BA) afirmou nesta quinta-feira, 4, que a expectativa da Câmara é de que o plenário vote, na próxima terça-feira, 9, um requerimento de urgência para a tramitação da regulamentação da reforma tributária, mas a decisão depende do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

A declaração foi feita durante apresentação do primeiro projeto da reforma pelo grupo de trabalho (GT) sobre a lei geral do IBS e da CBS.

“Para que possa ir ao plenário, precisamos entrar no regimento interno com a assinatura do requerimento de urgência para que, na próxima terça-feira, possamos votar a urgência e dar início à tramitação”, afirmou.

Cajado disse que o projeto está “muito melhor” do que o enviado pelo governo federal e que, agora, eventuais mudanças no texto só ocorrerão no plenário da Câmara.

“A partir de agora é o plenário da Câmara, com os líderes, os deputados e as bancadas”, afirmou. “O que houver de demanda extra, de sugestões, críticas construtivas e opiniões, é no plenário da Câmara.”

Segundo o parlamentar, a próxima semana na Câmara será voltada “única e exclusivamente” para a tramitação do primeiro projeto a regulamentação. Os membros do GT afirmam que a ideia ainda é aprovar a matéria antes do fim do semestre legislativo.

Na quarta-feira, Lira informou que o segundo projeto da reforma, que regulamenta o comitê gestor, será analisado após o recesso legislativo.

Publicidade