24 de julho de 2024 Atualizado 20:31

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Economia

Brandão: Junho teve alta de exportação a principais parceiros, mas para Argentina caiu 50,8%

Por Agência Estado

04 de julho de 2024, às 21h26

O diretor de Planejamento e Inteligência Comercial do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Herlon Brandão, afirmou nesta quinta-feira, 4, que, em junho, o Brasil registrou uma alta – mesmo que pequena – na exportação para todos os principais parceiros comerciais, mas destacou uma queda brusca nas vendas para a Argentina, de 50,8%. Para a China, a alta foi de 4,7%, União Europeia, em 3%, e para os Estados Unidos, um crescimento na exportação de 2,5%.

“É basicamente porque a demanda da Argentina caiu, reflexo do PIB, e isso diminui poder de compra da população”, destacou Brandão. De acordo com o Mdic, no acumulado do ano, entre os principais produtos que ajudaram as vendas para a Argentina reduzirem o ritmo em 2024 estão a soja, energia e veículos elétricos.

Já entre os destaques positivos de exportação geral no mês de junho está o petróleo, que vem apresentando boa performance no ano até agora. No mês, a alta na receita obtida com as vendas de óleos brutos de petróleo foi de 32,6%, puxada por um crescimento de 31,6% no volume vendido, e de 0,8% nos preços. Com óleos combustíveis, as exportações avançaram 73,1%.

Outro destaque foi a exportação de café não torrado, que cresceu 50,6% no último mês, e a celulose, cuja receita com as vendas teve alta de 57,8% em junho.

Publicidade