Bolsas da Europa fecham mistas, com petróleo pior e ameaça de Trump a autos

As bolsas da Europa fecharam sem direção única nesta quarta-feira, 28, b medida que a piora das cotações de petróleo…


As bolsas da Europa fecharam sem direção única nesta quarta-feira, 28, b medida que a piora das cotações de petróleo e os temores para montadoras vindos de uma nova ameaça dos Estados Unidos sobre impor tarifas à importação de automóveis apagaram boa parte dos ganhos vistos durante a manhã.

O índice pan-europeu Stoxx 600 ficou estável, aos 357,39 pontos.

A uma hora e meia do encerramento do pregão no Velho Continente, o presidente americano, Donald Trump, causou estrago ao afirmar que, se o seu governo impusesse tarifas sobre automóveis importados, “muito mais carros seriam construídos” nos EUA e a General Motors “não fecharia suas fábricas em Ohio, Michigan e Maryland”.

Ao encerrar a mensagem no Twitter, o republicano disse que, por causa da GM, a possibilidade de tarifar importações de automóveis “está sendo estudada”.

A retórica repercutiu mal na Europa, onde a indústria automotiva se destaca pelas exportações. As ações da fabricante de pneus Continental caíram 4,31% e as da BW recuaram 0,18%, em Frankfurt, e as da Fiat Chrysler perderam 1,47%, em Milão.

O DAX 30 terminou em queda de 0,09%, aos 11.298,88 pontos, enquanto o FTSE MIB cedeu 0,18%, aos 19.115,16 pontos.

Na bolsa de Londres, o FTSE 100 também desceu 0,18%, para os 7.004,52 pontos. Lá, pesou a piora do petróleo após o Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) dos EUA apontar aumento dos estoques da commodity no país de 3,577 milhões na última semana. Os papéis da UK Oil & Gas caíram 1,61% e os da BP cederam 0,13%.

Além disso, a enxurrada de críticas recebida pela primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, na sessão semanal de perguntas no Parlamento britânico manteve entre investidores o clima de incerteza sobre a sobrevivência do acordo do Brexit obtido com a União Europeia após a votação dos legisladores, em 11 de dezembro.

Em Paris, o CAC 40 ficou estável, aos 4.983,24 pontos. O Ibex 35, da bolsa de Madri, subiu 0,19%, para os 9.102,70 pontos, e o PSI 20, de Lisboa, teve alta de 0,70%, aos 4.870,14 pontos.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!