11 de maio de 2021 Atualizado 15:37

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Economia

Bolsas da Europa fecham em alta moderada, com ações de turismo em destaque

Por Agência Estado

26 abr 2021 às 14:13 • Última atualização 26 abr 2021 às 18:22

As bolsas europeias fecharam em alta moderada nesta segunda-feira, 26, em meio a expectativa por decisões de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) e por importantes balanços corporativos, que saem esta semana. Ações do setor de tecnologia lideram os ganhos, depois da notícia de que a União Europeia (UE) pode se abrir a turistas americanos no próximo verão do Hemisfério Norte.

Após recuar mais cedo, o FTSE 100, da bolsa de Londres, se firmou em território positivo e fechou com ganhos de 0,35%, aos 6.963,12 pontos. Entre os destaques do índice, a Antofagasta registrou alta a 4,30%, acompanhando a subida no preço do cobre em Londres e Nova York. O papel da Glencore, outra mineradora britânica, também esteve entre os que mais se valorizaram nesta segunda-feira, em alta de 3,36%.

Em entrevista ao The New York Times no domingo, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, deu a entender que americanos vacinados contra a covid-19 terão permissão para visitar os países da UE a partir de junho, quando começa o verão no hemisfério norte. Com a notícia, ações de companhias ligadas ao setor turístico europeu tiveram fortes ganhos nesta segunda-feira.

Entre elas, a Rolls-Royce Holdings, companhia que fabrica motores para aviões civis e militares, subiu 5,96%, na maior alta do FTSE 100 do dia. Papéis de aéreas também se destacaram, com altas de AIG (+3,93%), em Londres, e Lufthansa (+3,88%), na bolsa de Frankfurt, cujo índice DAX fechou com avanço de 0,11%, aos 15.296,34 pontos.

Os ganhos se estenderam a fabricantes de aviões, como a Airbus, que subiu 2,82%, em uma das maiores altas do CAC 40, índice da bolsa de Paris, que teve alta de 0,28%, aos 6.275,52 pontos.

Diante do cenário otimista, o índice FTSE MIB, de Milão, fechou em alta de 0,52%, aos 24.513,84 pontos, seguido de perto pelo PSI 20, de Lisboa, que subiu 0,41%, aos 5.020,86 pontos.

Já o IBEX 35, de Madri, acumulou o maior avanço entre os principais índices europeus, de 0,97%, aos 8.701,90 pontos, apoiado por ações de alguns dos maiores bancos espanhóis, como o BBVA (+3,36%), Santander (+2,35%) e Banco de Sabadell (+2,70%).

Investidores também acompanharam o anúncio de que a UE abriu um processo contra a AstraZeneca, por atrasos na entrega de doses da sua vacina contra o novo coronavírus ao bloco, segundo informou a comissária para saúde e alimentos da UE, Stella Kyriakides. Em resposta, a farmacêutica britânica afirmou que a ação judicial não tem mérito. O papel da empresa recuou 0,45% nesta segunda-feira.

Publicidade