Bolsa reduz queda com NY e após alteração de limite do Ibovespa futuro


A B3 pode estar prestes a acionar o segundo circuit breaker desta quarta-feira. Para isso, precisa cair 15%. Na mínima, o Ibovespa chegou a cair 14,84%, aos 63.546,74 pontos, há pouco. A alteração dos limites dos contratos de Ibovespa futuro, de 10% para 15%, explica em parte o arrefecimento na Bolsa brasileira. Às 14h47, o Ibovespa cedia 63.900,02 pontos. Em Nova York, após acionamento do quarto circuit breaker em Nova York, as bolsas voltaram a funcionar e desaceleravam a queda de cerca de 10% antes, para 8% às 14h50.

No Brasil, mais cedo o mecanismo de paralisação dos negócios foi acionado, com o índice em baixa de 10,26%, aos 66.961,15 pontos, o que computa o sexto feito este mês. Assim que os negócios foram retomados, contudo, a Bolsa brasileira passou a acentuar as perdas, às 14 horas, com acionamento do circuit breaker em Nova York, o quarto desde a semana passada.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora