Bolsa pulveriza máximas e fecha em alta de 1,51%, a 114.314,65 pontos


Em dia de exercício de opções sobre o Ibovespa, o principal índice da B3 fechou a sessão pela primeira vez acima dos 113 mil pontos, emendando logo os 114 mil, superando assim dois milhares de referência no mesmo dia. O movimento de renovação sucessiva de máximas intradia começou por volta de 15h, quando se iniciou o ajuste de posições entre comprados e vendidos, que é feito pelo índice à vista.

“Quem estava comprado levou o índice ainda mais para cima”, diz Luiz Roberto Monteiro, operador sênior da Renascença. Assim, com volume robustecido pelo vencimento de opções sobre o índice, o Ibovespa fechou hoje em alta de 1,51%, a 114.314,65 pontos, nova máxima de encerramento e bem perto do novo pico intradia, colocando-o a curta distância da previsão média de que concluirá o ano em torno de 115 mil – previsões mais extremas apontam 120 mil como meta.

“Tivemos a repetição do que foi o vencimento de opções sobre ações na última segunda-feira: os comprados ganharam e os vendidos ficaram de lado”, diz Ari Santos, gerente de Ibovespa da H. Commcor, acrescentando que a “pimenta” do dia no exercício de opções já reflete uma perspectiva bem favorável para a economia e o mercado de capitais em 2020, com dólar acomodado, Selic na mínima histórica de 4,50%, inflação refletindo fatores pontuais e transitórios, como a carne, e expectativa por fôlego maior na recuperação dos resultados das empresas.

Na semana, o índice acumula agora ganho de 1,55%, com avanço de 5,62% no mês e de 30,07% no ano. Na máxima, novo pico histórico intradia, o Ibovespa foi hoje a 114.338,51 pontos, tendo tocado mínima do dia a 112.299,90 pontos. O giro financeiro desta sessão, excepcional, totalizou R$ 79,6 bilhões.

O quadro econômico de fundo permanece favorável, com a segunda prévia do IGP-M para dezembro ainda mostrando um repique de inflação muito baseado nos preços da carne, e dólar mais comportado, com a moeda à vista se acomodando hoje a R$ 4,0596, em baixa de 0,12% nesta sessão – na semana, acumula perda de 1,17% e, no mês, de 4,27%.

Nesta quarta-feira, o vencimento de opções impulsionou os componentes da carteira teórica do Ibovespa, com diversas ações registrando ganhos acima de 3%, e em alguns casos chegando a superar 4% na sessão, como Engie Brasil (+5,03%), Qualicorp (+4,48%) e Pão de Açúcar (+4,00%). Destaque também para boa recuperação nas ações de bancos e da Petrobras. A unit do Santander fechou em alta de 3,05%, com Bradesco ON em alta de 3,87% e a PN, de 2,79%, e a do Banco do Brasil, de 3,45%. A ação ordinária da Petrobras fechou em alta de 2,63% e a preferencial, de 2,31%.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora